Arquivos do Blog

25 de julho – O dia fora do tempo

A necessidade do homem em organizar sua vida em relação ao tempo fez com que fossem criados os calendários. A partir da observação do movimento regular do sol e da lua, foi possível aos povos antigos determinar as épocas para o plantio e a colheita, as chuvas, a seca,  e assim determinar as possibilidades das atividades do homem.

O povo Maya criou mais de 20 calendários para medir e organizar o tempo, harmonizando os ciclos da natureza, do universo e do homem. Para eles, o que deve ser observado no tempo não é a sua medição e sim as suas qualidades. Cada dia tinha um tipo de energia que se relacionava com a vida, com os homenss.

Para os Mayas, o tempo é uma repetição constante de ciclos, com saltos de evolução no final de cada ciclo. O tempo é evolução.

O Calendário Lunar dividia o tempo em 13 luas, portanto o  ano tinha 13 meses de 28 dias = 364, e mais um dia adicional que corresponde ao dia 365, chamado de DIA FORA DO TEMPO.

Observa-se na pirâmide de Kukulkán em Chichen, Itzá exatamente em sua arquitetura, esse “salto evolutivo”: 4 escadas de 91 degraus cada uma = 364. Acrescentando a plataforma da pirâmide que une todos os 4 lados com as escadas, se faz um total de 365: 364+ o DIA FORA DO TEMPO = 365, o dia da evolução.

Os Mayas determinaram como início do ano solar um evento cósmico que é a ascensão da estrela Sirius em alinhamento com o sol. Esse evento ocorre no dia 26 de Julho (no calendário gregoriano) de cada ano. Então, o ano de 13 luas ou 13 meses começa exatamente nessa data, dia 26 de Julho de cada ano e termina do dia 24 de Julho.

O dia 25 de Julho, portanto, não pertence nem a um e nem ao outro ano, é um dia livre, em que se concentra toda a energia para o ano que vai começar.

Nesse dia, os Mayas se preparavam para um novo ciclo. Era um dia para dar menos importância aos assuntos cotidianos, e especialmente bom para meditar, perdoar, para cancelar dívidas, elevar o estado de consciência, para ser bondoso, estar em contato com a natureza, sentir-se livre e dedicar-se às artes.
Desde 1992 esse dia tem sido comemorado como o festival da paz através da cultura. É um dia de limpeza, reflexão e preparação para receber, no dia seguinte a energia do novo ano. Um dia para nos unirmos em pensamento e desejo, assumindo o ano que se aproxima.

Fonte:http://aparecidaliberato.terra.com.br/materia.php?id=27

Anúncios

O tempo é real ou é uma ilusão?

Kate Becker – FQXi – 09/05/2011

O tempo é real ou é uma ilusão?

Einstein descartou o relógio-mestre de Newton quando demonstrou que não há dois eventos verdadeiramente simultâneos a menos que entre eles haja uma relação de causalidade. [Imagem: FQXi]

A realidade do tempo

Muitos físicos argumentam que o tempo é uma ilusão. Lee Smolin prefere discordar.

E se o tempo for mesmo algo real?

Se você não é um físico teórico, a pergunta colocada por Smolin pode soar como uma grande bobagem, como se alguém lhe perguntasse: “E se os seus sapatos e meias fossem reais?”

Afinal, você os usa todos os dias, assim, como não poderiam ser reais?

Dentro do mundo da física fundamental, porém, a noção de que o tempo possa ser real é praticamente radical.

A sensação do tempo

Sim, como seres humanos, vivenciamos o tempo como uma coisa que flui; nós marcamos uma linha divisória entre o passado imutável e o futuro ainda a ser escrito; e nós acreditamos que vivemos em um momento especial que chamamos de presente, que está sendo constantemente atualizado. Leia o resto deste post

Tudo no seu tempo perfeito. Tudo está se revelando.

Algumas coisas você não está deixando acontecer agora, pois não é o momento perfeito para você. Algumas outras você não está deixando acontecer, porque você está muito consciente de onde você está. Mas todas as coisas, quando estão acontecendo, estão acontecendo em perfeita ordem. E se você relaxar e começar a dizer: “Tudo no seu tempo perfeito. Tudo está se revelando. E em relação ao onde estou indo, estou gostando de onde estou agora. Contente com o onde estou e ávido por mais”, essa é a posição vibracional perfeita.

[Abraham]

Publicado em http://www.abraham-hicks.com em 28/Fev/2011

Tradução: LLima, São Paulo, SP, Brasil

 

GUF – O Salão dos Aflitos

Como estamos observando, o tempo está acelerado e quanto mais ele avança, mais gente totalmente despreparada faz escolhas dentro daquilo que lhe sustenta, lhe dá forças para se manter de pé.
%d blogueiros gostam disto: