Arquivos do Blog

Nasa detecta tempestade solar incomum de força mediana

Tempestade solar vista por observatório da Nasa (Foto: Nasa / SDO)Tempestade solar vista por observatório da Nasa (Foto: Nasa / SDO) Leia o resto deste post

Evento de Carrington

Efeito do vento solar com a magnetosfera terrestre

O Evento de Carrington ou Tormenta Solar de 1859 foi uma grande tempestade geomagnética provocada por ondas solares ocorrida em 2° de setembro de 1859.[1] Seu nome provém de Richard Carrington, astrônomo inglês, especialista em manchas solares. Esta tormenta solar foi a mais potente já registrada pela história da humanidade. Causou falhas no serviço de telégrafo em toda a Europa e América do Norte. O evento parece ter sido notado em 28 de agosto de 1859 quando foi possível perceber auroras boreais por quase toda América do Norte. Observou-se imensas cortinas de luz de Maine até a Flórida.

Fonte: Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Tempestade solar pode ter sido causa de apagão no Nordeste

Apesar do recente apagão do Nordeste ter como provável causa o acionamento do sistema de proteção em uma subestação no município de Jatobá, em Pernambuco, as causas que levaram ao apagão podem ter sido provocadas por um repentino pulso eletromagnético ocorrido às 23h36 (Hora do Nordeste), provocado por uma tempestade solar. Leia o resto deste post

Se preparando para uma tempestade solar

Segundo a NASA, já é possível prever quando ocorrerão tempestades solares, mas os efeitos ainda não são bem claros.

Getting Ready for the Next Big Solar Storm

June 21, 2011: In Sept. 1859, on the eve of a below-average1 solar cycle, the sun unleashed one of the most powerful storms in centuries. The underlying flare was so unusual, researchers still aren’t sure how to categorize it.  The blast peppered Earth with the most energetic protons in half-a-millennium, induced electrical currents that set telegraph offices on fire, and sparked Northern Lights over Cuba and Hawaii. Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: