Arquivos do Blog

Programa Transição de 02.12.12 – Doenças e Auto Cura

Publicado em 03/12/2012

Programa Transição, transmitido pela Rede TV aos domingos 16h15, com reapresentação as quintas-feiras 1h45.

Anúncios

Os atributos do Ser Humano da Nova Era – KRYON

577114_403008753075050_462763643_nESCOLA DO PERDÃO
Canalizações recebidas por Lee Carroll LIVRO 3
KRYON
ALQUIMIA DO ESPÍRITO HUMANO
(Um guia para a transição humana para a Nova Era)

Os atributos do Ser Humano da Nova Era

Permitam-me expor os atributos do Ser Humano da Nova Era.

O Ser Humano da Nova Era é aquele que tem uma dualidade debilitada. A dualidade, tal como a vêem Kryon e o Espírito, é o nome que se dá à barreira existente entre vós, enquanto Seres Humanos, e o vosso próprio “Deus superior” que, individualmente, também são. Em certas ocasiões, pensam em Deus como se fosse algo à parte, mas a verdade é que, tal como Kryon, fazem parte do conjunto. E quando co-criam, fazem-no com o Espírito, com os guias e vós próprios. Assim:

A dualidade debilitada é o atributo do Ser Humano da Nova Era.

O véu levantou-se ligeiramente para poderem ligar-se mais fortemente com o vosso Eu Superior. E, devido a ele, são possíveis os atributos de abordarei em seguida, pois o Ser Humano da Nova Era é aquele que teve a oportunidade de ver a Nova Energia e de ficar desprovido do seu carma. Por isso, pode deixar de lado esse carma, seja ele pesado ou leve. Isto – que é a primeira fase – permite que todos os outros atributos encaixem no seu devido lugar.

O seguinte atributo é uno em responsabilidade, mas tem duas partes.

A primeira parte é a visão global: o Ser Humano da Nova Era sente-se totalmente responsável por tudo o que acontece na sua vida, o que significa um conhecimento intuitivo de estar perante algo que ele mesmo planificou.

Vocês não estão predestinados a fazer nada; podem ter a vossa própria vida… e acontecerá o que escolheram.

Planificaram antecipadamente as “janelas de oportunidade”… e uma delas está aqui, esta noite, enquanto estão sentados nessas cadeiras ou estarem lendo estes escritos. Por isso vieram. Considerem o seguinte: estão aqui – interessados em ouvir ou em ler estas palavras porque assim escolheram, sem que tenha havido qualquer predestinação.

Esta visão geral de responsabilidade significa que:

Nenhum de vós é vítima de nada. Nada nem ninguém vos farão absolutamente nada.

Devem compreender que, embora não sintam desse modo, foi por vosso próprio desígnio e escolha que experimentam este período de aprendizagem.

 

Nas vossas vidas terão lugar muitas coisas que vos farão deter e pensar: “Por que me ocorreu isto?”. A resposta será encontrada através da intuição. Como planificaram essa resposta há imenso tempo, ela já se encontra no nível celular, à espera de que seja o vosso próprio discernimento a encontrá-la.

[L3:C03:04] – A segunda parte da responsabilidade é algo em que talvez não tenham pensado até agora.

Mas devem recordar, uma vez mais, que Kryon, através do Espírito, vos disse o seguinte:

Vocês são responsáveis pelo planeta.

Talvez tenham pensado neste planeta, simplesmente, como o veículo da vossa natureza humana; quer dizer, algo por onde caminham, onde respiram e desfrutam. Nada poderia estar mais afastado da realidade, pois Kryon está aqui para alterar o planeta. A Rede Magnética não é mais do que uma peça, uma parte do que faz funcionar a vossa consciência. Como tudo isto está vivo e tem essência, é importante saudarem este planeta com grande responsabilidade, dizendo: “Estou aqui contigo e tu comigo para a Nova Energia, e, juntos, mudaremos a vibração… em conjunto, como um todo”. Assim, a partir deste ponto, é importante que, ao começarem qualquer meditação, recordem estes factos.

Utilizando o modelo de muitos dos antigos, saúdem o céu, saúdem a terra, saúdem os ventos e as águas.

Antes de meditarem, respeitem o ato de estarem em comunhão com esses elementos. Ofereçam-lhes respeito verbal por fazerem parte do conjunto, do Todo, pois um não pode existir sem o outro. O sistema só está completo quando o respeitam e se responsabilizam por ele. E, acreditem-me, meus queridos, quando começam a fazê-lo desta forma, também são respeitados por ele. O sistema irá abrigá-los e mantê-los a salvo.

Falamos, inclusive, daqueles que empreendem longas viagens para saudar as mesmas águas sobre as quais farão tais viagens.

[L3:C03:05] – O novo Ser Humano é um dos que está capacitado. Já utilizámos esta palavra, o que significa que uma dessas capacidades é a co-criar. Este é, talvez, um dos dons mais elevados desta Nova Energia. Pois co-criar significa que vocês, o Espírito e os outros Humanos que vos rodeiam, são os criadores a sua própria realidade. Talvez isto pareça um paradoxo, pois foi dito que devem co-criar só para vós próprios. Porém, quando alguém começa a co-criar para si próprio, afeta positivamente quem o rodeia. Revejam a parábola do poço de alcatrão, previamente publicada (Livro II de Kryon), para saberem do que estamos a falar.

Esta é, pois, a forma como funciona a co-criação: você co-cria para si mesmo, mas outros são afetados e ajudados; alguns deles são, inclusive, iluminados. Tudo isto só porque co-criou para si mesmo.

[L3:C03:06] – Há vários atributos da co-criação que devem relacionar com a vossa cultura, para melhor poderem compreender estas coisas.

1) O primeiro é a abundância. O Espírito utiliza esta palavra com o significado de suficiência numa base quotidiana. Ora, se vocês estão sempre no “agora”, também cada dia está. Suficiência, portanto, significa suficiência para a vida, tal como se vive no “agora”. Isto é abundância.

Acaso a definição de um Ser Humano rico seria diferente de: uma suficiência para toda a vida? Embora esta seja uma das novas ideias mais difíceis de compreender, é algo que, efetivamente, podem compreender. Ao “graduarem-se”, com a intenção de receberem o Implante Neutralizador como Humanos da Nova Era, começarão a aprender como criar a própria abundância.

No passado, utilizamos o exemplo da ave… mas talvez achem o exemplo demasiado simplista. No entanto, meus queridos, apesar de a ave despertar com apetite, a primeira coisa que faz é pôr-se a cantar. Ela sabe que tem abundância e sustento, pois co-criará o seu alimento numa base diária. Não se preocupa com a proveniência do alimento, pois sabe que se alimenta diariamente – habituou-se a isso – e que as suas necessidades serão satisfeitas. Porém, alguns dizem: “Sim, mas como se pode comparar uma ave com um Ser Humano?… Ao fim e ao cabo, os Seres Humanos têm intelecto, inteligência e tendem a preocupar-se. São muito diferentes das aves”. E eu, querido Ser Humano, digo o seguinte: a capacidade que o leva, a saber, que o intelecto e a inteligência “se preocupam” por si, também lhe permite compreender que o intelecto e a inteligência “se preocupam”… contra si! Voltamos a dizer que o intelecto sem intuição é o vosso inimigo. Podem intelectualizar-se até à morte, até à doença e ao desequilíbrio, mas só quando isso se combinar com o plano espiritual, com a intuição e com o Eu Superior… Ah! Quando a natureza intelectual e a inteligência se combinarem com o Eu Espiritual, isso significará o equilíbrio do Humano da Nova Era. Esta tríade que surge aqui – intelecto/inteligência/Eu Espiritual – é perfeitamente clara para aqueles que, novamente, veem em tudo isto o poder do “três”.

[L3:C03:07] – 2) O segundo atributo da co-criação – que devem relacionar com a vossa cultura, para melhor compreenderem estas coisas – diz respeito às relações. Nem é preciso dizer que, por vezes, este atributo é o mais difícil. Falamos das relações de todo o tipo: de mães e filhas, de pai e filhos, e de relações entre sócios. Todo o âmbito das relações vos foi oferecido como prova.

Cada vez que experimentar dificuldades neste âmbito, convido-o a co-criar a sua própria forma de sair delas. E, ao fazê-lo, observe como a situação muda, repare na reação do seu companheiro ou companheira.

Neste âmbito esperam-no verdadeiros milagres… sempre e quando esteja disposto a aceitá-los. Alguns dos presentes ainda estão à espera de encontrar o parceiro ou a parceira adequada. Mas, o que estamos a dizer é que estas coisas se podem co-criar com resultados maravilhosos. Somente pedimos paciência, pois as “janelas da oportunidade” estão a ser preparadas enquanto esperam.

[L3:C03:08] – 3) O terceiro atributo do Humano da Nova Era encontra-se no âmbito da saúde e da cura. O Humano da Nova Era compreende o conceito da autocura, pois descobriu algo muito importante. É crítico o matrimónio do intelecto/inteligência/Eu Espiritual (uma vez mais encontramos a tríade), com a biologia. Não podem deambular por aí com a vossa natureza humana e biologia pensando que o Espírito reside na cabeça… enquanto que o resto é só carne (o público ri). No entanto, há quem faça isso. E, quando as coisas correm mal para o corpo, dizem: “Isto ou aquilo funcionou mal”, ou então: “Isto ou aquilo me fez mal”.

Assim, comece por fazer um matrimónio com a sua biologia. Peça-lhe que fale consigo e que seja una consigo mesmo. E, quando algo o irritar ou causar dor, examine o porquê. Comece por pensar no seu corpo como “nós”, em vez de pensar nele como uma coisa. Isso o servirá, pois o Humano da Nova Era vê todas essas partes apenas como uma. Isto é uma informação fundamental para quem deseja viver muito tempo!

E, falando disso, para aqueles que se desprenderam do carma, dizemos o seguinte:

O motor do carma é, de facto, a morte e o renascimento. Ora, quando alguém se desprende dele deixa de haver razão para a morte.

Em consequência, convidamos o Humano da Nova Era a viver uma vida muito prolongada, muito mais prolongada do que poderá imaginar. Tornem mais lento o processo de envelhecimento e procurem co-criar espiritualmente para eliminar a “hormona da morte”. Tal como já canalizámos, isto está ao alcance da vossa capacidade… ainda que requeira prática. Nem todos poderão fazê-lo imediatamente, pois é uma novidade, para vós, que vai contra tudo o que vos foi dito até ao momento.

[L3:C03:09] – 4) O quarto atributo do Ser Humano da Nova Era é a magia. No planeta, há quem seja capaz de ter a magia. Tal como o meu sócio vos disse anteriormente, meus queridos, isto significa o que foi explicado no 11:11 e no 12:12: as entidades que, gradualmente, estão a abandonar este planeta passam-vos o archote. Portanto, este Humano da Nova Era – que é você – é capaz de ter a magia. Oh, alegre-se com esta notícia, pois é a primeira vez que dizemos isto desta forma.

Aqueles que desejam mover-se até à ascensão, terão a magia. Os que não desejam mover-se até à ascensão, mas desejam serem Portadores da Luz e Trabalhadores da Luz, também terão a magia.

Todos podem tê-la… até certo ponto. Cada um ocupa um lugar, é detentor da iluminação e guardião da verdade, pois o archote foi-vos passado pelos Devas, pelos que vivem nas rochas da terra, mas estão a desaparecer.

Todos eles, ao respeitarem quem são, ao sorrirem para o que são e ao deixarem o planeta, fazem-no com respeito, não com tristeza, pois nunca acreditaram que uma coisa assim pudesse acontecer. Aqui a palavra chave é apreço. Toda a magia que vocês lhes atribuíram é vossa, agora. Passaram a serem os únicos detentores da energia do planeta, e já não têm de compartilhá-la com quem a guardou, para vós, durante tanto tempo. Não há tristeza alguma na sua partida, acreditem!

[L3:C03:10] – 5) O quinto atributo do Humano da Nova Era é a paz. Portanto, ele é pacífico. É pacífico porque recorre à visão global e compreende o que está a acontecer. Por vezes chamamos a isto “paz injustificada”.

Esta expressão talvez surpreenda. Trata-se, porém, de uma espécie de paz que se sente… ainda que a desordem reine à sua volta. É possível que o caos venha a desencadear-se muito perto de si. No entanto, ao olhar quem se encontra submergido no caos, você está em paz, pois sente-se seguro no plano que criou, experimentando uma sensação de serenidade, à margem do que esteja a acontecer. Este atributo diz, inclusive, que até diante do falecimento das pessoas queridas podem permanecer em paz, pois sabem perfeitamente que elas assim planificaram o sucedido, antes de aqui terem chegado. Este tema já foi referido no passado, tal como é incorreto lamentar a ausência de alguém.

Talvez algum dos presentes tenha perdido uma pessoa querida, recentemente. Saiba, porém, que ela se encontra entre aqueles que, agora, nesta mesma sala, o amam. Por conseguinte, meus queridos, acaso se apercebem da visão global?… Dão-se conta do “ir” e do “vir”?… E da unicidade do planeta com todos vós, também se apercebem?… O Ser Humano da Nova Era reconhece que é o seu próprio antepassado.

Ah! Quanto humor cármico existe em tudo isto! Imaginem-se deixando mensagens destinadas a vós próprios, uma e outra vez, para, muito tempo depois, regressarem para procurá-las e encontrar. Vocês pertencem a todos os tipos de culturas e cores, inclusive enquanto permanecem nesta sala ou leem estas palavras. Este é o atributo do Humano da Nova Era.

[L3:C03:11] – 6) O sexto e último atributo, resulta ser o mais difícil para muitos Humanos, pois vai sendo adquirido com o decorrer do tempo: paciência e tolerância. O Humano da Nova Era é tolerante com o seu “próximo” que não está iluminado. Por ser um tema muito delicado, dificilmente se aperceberão enquanto não o reconhecerem em vós próprios. Quando outros vos criticarem, somente a tolerância, paz e a paciência vos ajudará a voltar a amá-los, pois aperceber-se-ão que eles estão a passar por onde vocês já passaram. Por isso, não os julgarão.

A admirável característica do Humano da Nova Era quando se vê acusado, é a de pensar no acusador e amá-lo, em vez de pensar em si próprio. É algo fácil de fazer, pois fará parte integrante da sua natureza enquanto Humano da Nova Era. E, ainda que os adversários sintam dificuldade em acreditar nesse sentimento, ele seguirá o seu caminho sem julgar, considerando-os como parte do seu próprio processo… tal como planificou antes de aqui chegar. Esses adversários fazem parte da sua vida por acordo prévio, mas, desde que ele se tenha desprendido do carma, encontra-se perante um muro de ladrilhos… os quais resolveu retirar um por um! Assim, considerando seu processo de vida, é correcto que eles façam parte desse jogo.

Meus queridos é fundamental saberem do seguinte: talvez alguns desses “parceiros de jogo” nunca venham a receber o vosso nível de iluminação. No entanto… encontram-se no caminho que vocês estão a percorrer!

Não são diferentes; a sua presença foi planificada com antecipação. Eles têm um caminho e uma viagem própria para realizar. Assim, criticá-los e julgá-los seria como criticar e julgar a vós mesmos, pois cada um deles faz parte do vosso plano coletivo.

Desejamos agora referir um tema que talvez já tenham observado, algo relacionado com a “consciência tribal”. Desejamos que olhem à volta e vejam o que está a acontecer na Terra, uma vez que, na Nova Energia e com as mudanças que estão a ocorrer, este elemento fará parte da consciência. E não é nada surpreendente que esteja relacionado com a linhagem. Meus queridos, todos os grandes conflitos e guerras menores que se desencadeiam neste planeta, neste preciso momento, são tribais. Chegou-se a este ponto; já não se trata de uma nação contra outra nação, de um país contra outro país; a partir de agora trata-se de uma tribo contra outra tribo. Era por isto que se esperava… algo que tem a ver com a energia. Até certo ponto, tal situação persistirá enquanto vocês se mantiverem no planeta, pois nem todos os Seres Humanos serão iluminados.

Esta consciência tribal tem propriedade. É interessante ver o que o Espírito deseja que façam com ela, pois representa a consciência das “sementes do princípio tribal da Terra”. À medida que se unem às outras tribos da galáxia, desejamos que sintam a vossa linhagem. Mas, nesta altura, sentem-na como linhagens individuais das tribos planetárias. Pedimos que unam estes sentimentos – desde já – num sentimento de linhagem humana, porque, meus queridos, ver-se-ão obrigados a fazer isso mais tarde. No futuro, terão que negociar com outras tribos da galáxia, como se tratasse de uma tribo humana do planeta Terra. Por isso pedimos para considerarem este pensamento. Tudo isto ficará mais claro à medida que o tempo for passando.

Outra advertência que temos para vós é que convocámos os lideres das tribos espirituais para que traduzam as linguagens antigas e as convertam numa única. Referimo-nos a linguagens com, pelo menos, dez mil anos de antiguidade. Pedimos que os lideres espirituais destas tribos, independentemente da sua linhagem sobre este planeta, unam todos estes ensinamentos e os comparem. Procurem as semelhanças e tentem respeitá-las como verdade, tal como se elas se apresentam. Não dependam dos escritos com menos de dez mil anos. Também isto se tornará mais claro à medida que o tempo for passando.

Estas são as advertências do Espírito na Nova Era. Este é o respeito que temos por vós, enquanto Seres Humanos, para poderem existir nesta Nova Energia… uma vez que o Espírito não pode fazer isso por si mesmo!

Continuam a ser vocês que têm que o fazer, Seres Humanos caminhando pela Terra em período de aprendizagem. E ainda vos faltam muitas lições para aprender. Não lições cármicas, mas lições da Terra. Mais tarde, serão lições galácticas. Mas, neste momento, enquanto percorrem o caminho como Humanos iluminados, sentirão paz uns em relação aos outros, consoante vão perdendo o medo… ainda que, por vezes, tenham que enfrentar o desconhecido.

Assim é o Humano da Nova Era.

(Comentário para o leitor: esta canalização foi transmitida poucos dias depois

de ter acontecido um forte terremoto no Japão, em Janeiro de 1995.)

Detenhamo-nos por um momento diante de uma história de Kryon para dizer, uma vez mais nesta comunicação, como o Espírito vos vê. Oh, meus queridos, neste preciso momento há milhares que pretendiam ser Seres Humanos neste planeta, que voltaram à sua essência na Gruta da Criação e que se encontram no Salão de Honra. Sim, aqueles que abandonaram recentemente este planeta, e pelos quais vocês sentem tanta pena, encontram-se envoltos em êxtase e alegria neste preciso momento. Se pudessem vê-los assim, e se eu pudesse mostrar-vos a cerimónia de recompensas em que estão a receber as suas cores, sentiriam um profundo respeito. No “agora” do tempo, cada um deles tem uma oportunidade ilimitada para encontrar-se em presença do Espírito e ser honrado pelo seu nome, pela sua encarnação imediata passada e por ter cumprido o seu contrato. Se pudessem ver isto, experimentariam uma sensação completamente diferente acerca da morte humana.

Doença e desequilíbrio – Kryon

LIVRO 2 de Kryon – NÃO PENSE COMO UM HUMANO

caduceu

caduceu

Doença e desequilíbrio

[L2:C11:19] – Sobre estes temas devem saber uma coisa muito importante, algo que deve ser dito àqueles que ainda duvidem do que estão a ver: o Espírito não vos oferece a doença e o desequilíbrio. O Espírito não julga os Humanos que estão em período de aprendizagem. O Espírito não está aqui para vos impor um castigo negativo; isso não acontece. Pretendemos que saibam de onde provém a doença. A resposta é algo que muitos já conhecem, pois foi escrita e traduzida anteriormente:

A doença emana directamente de vós mesmos. É uma escolha vossa, porque concordaram em criá-la ou em permiti-la, antes de virem para a Terra.

A doença baseia-se na avaliação lógica e no carma das vidas passadas. Assim, vocês são responsáveis por ela, em todos os sentidos. O Espírito não vos «pôs doentes»; isso é algo intrinsecamente vosso, tal como as vossas pernas e braços. Vocês mesmos o pediram antecipadamente e, agora, aqui estão. Poderá parecer estranho que, numa condição diferente, quando não estavam aqui, tivessem pedido algo tão aparentemente negativo, tão aterrador, tão capaz de gerar medo. Mas acaso estará isto em desacordo com as lições cármicas igualmente aterradoras e geradoras de medo (tal como foi canalizado em Março de 1993)? Pois tudo isto está relacionado. As debilidades da vossa biologia mais não são do que carma (a linguagem do corpo da vossa «humanidade» em período de aprendizagem).

Polaridade e movimento giratório

[L2:C11:20] – Gostaria agora de vos falar da polaridade dos órgãos do vosso corpo físico.

Meus queridos Humanos, ao entrarem nas vossas modernas instalações médicas, não encontrarão ninguém que meça a polaridade e o equilíbrio magnético dos vossos órgãos. Em nenhum lado encontrarão quem seja capaz de equilibrá-las. E, no entanto, a polaridade e o equilíbrio dos órgãos são fundamentais para a saúde.

Como podem os cientistas subestimar este aspecto, quando já medem a eletricidade dos músculos e do cérebro, quando já são capazes de traçar o mapa dos meridianos do corpo e de ver os resultados das sinopses do processo de pensamento?… Tudo isso é magnetismo!

Já vos disse, antes, para «cuidarem do campo magnético» em que «funcionam», e do qual eu sou o responsável.

Disse que, sem isso, seguramente morreriam, pois esse campo foi concebido e criado como suporte da vossa biologia. Disse que os viajantes do espaço devem levar esse campo magnético com eles, pois, caso contrário, decerto também morrerão. Não obstante, isto continua a não ser reconhecido e compreendido.

A polaridade do corpo humano está em conjunção com a polaridade da Terra.

Se estiverem perfeitamente equilibrados e as polaridades forem as correctas, a doença não poderá instalar-se.

A «chave» não encaixará na «fechadura» (tal como é dito no Capítulo 5 do Livro 1 de Kryon). Por conseguinte, é conveniente descobrir qual é essa polaridade. Cada órgão tem a sua própria polaridade, que é interativa com o órgão situado ao seu lado.

Isto é complexo, pois existem dois tipos de polaridade: a absoluta e a relativa. Na polaridade absoluta o alinhamento positivo/negativo permanece igual, independentemente da tendência física da pessoa. Já a polaridade relativa muda em função dessa tendência física. Dois órgãos principais têm polaridade relativa: a pele e o cérebro.

Todos os órgãos de polaridade absoluta responderão à polaridade do planeta, assim como todos os de polaridade relativa responderão à tendência física da pessoa. A polaridade pode ser medida por razões de saúde, e não é nenhum mistério saber como isto se faz. Já sabem, há mais de quinze anos terrestres, que se mede através das impressões digitais… O que não é uma surpresa para muitos dos que estão aqui reunidos. O aparelho que permite fazer este trabalho está atualmente disponível no país a que chamam Alemanha.

Poderia introduzir aqui uma dissertação para vos falar mais sobre a Alemanha, mas deixem-me dizer apenas o que alguns já devem ter suspeitado: a Alemanha é o lugar deste planeta que tem os atributos e as parecenças mais fortes com o tempo anterior à glaciação e com o lugar que vocês chamaram Atlântida. Se bem se recordam, a Atlântida teve a Ciência canalizada mais elevada que a Humanidade jamais conheceu… Apesar de ter existido a par com a escravatura.

Àqueles que possuem este medidor de polaridade na Alemanha, se incentiva – se é que estão a ler estas palavras – no sentido de permitir que a ciência médica o ponha à prova. Já é tempo!

Alguma desta informação pode parecer disparatada ou não científica, para muitos de vós. Mas a verdade continua a ser a verdade, independentemente do que vocês escolham acreditar. (Há quanto tempo passaram a acreditar nos germes? Lavar o doente antes de submetê-lo a uma intervenção cirúrgica, era considerado uma estupidez. A verdade da vossa saúde permanece constante; o que mudou foi a vossa aceitação em relação a ela: deixaram de considerá-la estúpida para passarem a considerá-la atual).

Ainda sobre a polaridade do Ser Humano, a segunda ação essencial para a sua compreensão é o movimento.

Quando os animais da Terra nascem, muitos Humanos consideram-nos com respeito, pois eles possuem instintos e intuições que parecem desafiar a sua condição de animais: mal acabam de sair do útero materno, reconhecem os seus predadores e sabem onde esconder-se; sabem onde está a comida… Tudo isto, aparentemente, sem qualquer tipo de aprendizagem, como se de uma «memória», digamos assim, se tratasse.

(Alguns animais também possuem a navegação magnética – uma inter-relação direta entre os seus campos magnético/biológicos e os da Terra, a nível molecular).

Ouçam-me, queridos Humanos: observem as crianças. O Espírito deseja que observem as vossas crianças humanas. Ao princípio, quando chegam ao planeta, ainda apresentam alguns dos instintos e intuições que trouxeram com eles, acerca do conhecimento prévio do Espírito. Nessa altura, os implantes ainda não se desenvolveram, e a cultura que as rodeia ainda não teve tempo para lhes ensinar nada (ou seja, não conhecem nada melhor). Uma das primeiras coisas que as crianças desejam fazer quando adquirem mobilidade suficiente, mesmo que ainda não consigam andar, é girar. Não se trata de nenhuma casualidade. Olhem bem para elas. Por que fazem isso? Fazem-no porque sabem, intuitivamente, que tal é necessário para equilibrar a polarização dos seus órgãos. Quando já conseguem levantar-se e correr… O que fazem? Dão as mãos e fazem rodas (observem em que direção giram).

Algumas destas coisas podem parecer infantis, inconsequentes e nada científicas… Mas é a verdade!

O movimento é fundamental para o equilíbrio, e a direção do movimento tem um objetivo.

A seguir, falarei acerca disto; depois, para quem se mostre céptico acerca deste tema, descreverei por que é que ele funciona. Já é tempo de saberem como operam estas coisas.

Acima do equador ou do paralelo zero:

O movimento giratório para a esquerda (sentido anti-horário) produz um incremento da polaridade. Quer dizer, equivale a uma «rotação suave». É bom para a saúde e ajuda a conservar o equilíbrio. O movimento giratório para a direita (sentido horário) concorre para a saúde, pois muito mais energia é desenvolvida através deste tipo de rotação. Ocorre exatamente o inverso para quem se encontra «por baixo», tal como olham para a Terra nos vossos mapas, ou seja abaixo do equador ou do paralelo zero.

«Por que é assim?», poderiam perguntar. Vou responder lentamente. (Há um humor cósmico nisto, pois o meu sócio é metódico na sua forma de funcionar, e deseja que os «grupos de pensamentos» cheguem em pacotes lógicos e em ordem sequencial, ou, então, sente-se confuso e trata de falar demasiado rapidamente, com medo de que a informação se perca e não possa ser repetida… Isto não deixa de ser uma reação humorística para o Espírito!): os Seres Humanos têm polaridade, a qual pode ser medida. Uma parte dela aparece sob a forma de um bipolar, ou seja, mais ou menos como um imã. Já vos disse que o vosso corpo tem esta essência de polaridade, inclusivamente mensurável e visível através da vossa aura. A aura é a soma e a diferença da polaridade, e altera-se com o equilíbrio e a saúde do indivíduo. Também vos disse que o campo magnético da Terra é como se fosse o «sofá» onde se sentam magneticamente, para descansar e para que ele vos sintonize, o que permite uma boa saúde e elevada iluminação.

Agora, respondam à seguinte pergunta: o que ocorre no planeta quando pegam numa barra de ferro ionizada e a deslocam, repetida e sucessivamente, dentro das linhas de influência de outro campo magnético maior? Conhecem bem a resposta, pois utilizam este fenómeno diariamente, ou o inverso, pois cria aquilo a que chamam «corrente». Devido ao fato de a utilizarem diariamente, também têm que admitir que  exista e é mensurável. Ao girar cria-se energia. Há corrente e há equilíbrio, funciona acima e abaixo do paralelo zero, e não necessariamente por causa da rotação do planeta, mas sim porque, acima do paralelo zero, há uma influência positiva do bipolar gigante, ao passo que abaixo há uma influência negativa. É por isso que funciona.

O movimento é o catalisador do equilíbrio. Quantas vezes já entraram nos vossos modernos hospitais, e vos pediram para girar?

Isto é conhecimento! Esta é uma informação prática. Está na hora! (O movimento, só por si, não funcionará sem a intenção. Para uma explicação mais ampla, por favor, veja, a seguir, o item «Novos medicamentos e novos aparelhos»).

De cima a baixo

[L2:C11:21] – De seguida, direi algo para os curadores, que os ajudará na realização do seu trabalho.

Considerem um Ser Humano como um ser polarizado. Quer toquem curativamente numa pessoa, quer apliquem a vossa técnica sem tocar no paciente, façam-no respeitando a polaridade. Ou seja, utilizem ambas as mãos, de ambos os lados do corpo. Para cima e para baixo, pela frente e por trás. Enquanto curador considere-se polarizado e passe a energia para o objetivo da cura. Perceberá um incremento nos resultados, o que também significa uma reformulação das suas técnicas de cura. É importante que os pacientes se deitem de tal maneira que você possa aplicar a energia quer pela frente, quer por detrás, descansando ou não as mãos sobre eles.

Novos medicamentos e novos aparelhos

[L2:C11:22] – Dado que, ao longo do caminho, irão cruzar-se com sistemas de tratamento muito especiais, permitam-me informá-los do seguinte: os sistemas de tratamento e os medicamentos da Nova Energia serão os que contiverem vida, vida que está ou esteve ativa. É aqui que a mudança de rumo acontece e se apresenta a nova forma de percepcionar a cura. A Intenção é tudo e constitui, verdadeiramente, o catalisador para muitas coisas. Isto não é informação nova, pois já foi canalizada antes.

Até quando giram, a intenção é necessária para criar o equilíbrio ou a cura. Assim, ao lidarem com estes novos medicamentos e sistemas de tratamento, vocês têm que os saudar. Tem que haver intenção; tem que haver responsabilidade. Sem isto, eles não funcionarão, pois contêm, de facto, a ciência tridimensional. Têm que saudá-los e amá-los. Se adotam uma postura ociosa, se os receiam, mas ficam na esperança de que funcionem – permitindo que entrem no vosso corpo, que façam unilateralmente um trabalho em que vocês também deveriam participar – eles simplesmente, permanecerão inativos. Têm que saudá-los (para que, de fato, funcionem).

Igualmente irão deparar-se com aparelhos, que também terão que saudar. Eles não funcionarão, a menos que interajam em total colaboração. É um novo tipo de ciência, no qual o Ser Humano é interativo, um termo que muitos de vós já compreendem.

Algumas destas ideias poderão parecer absurdas e pouco científicas. A verdade, porém, continua a ser a verdade, independentemente daquilo em que preferirem acreditar.

Kryon

Faça algo em relação a sua postura vibracional

postura_vibracionalA menos que você faça algo em relação a sua postura vibracional, nada pode mudar. A longo prazo nada mudará, isso é certo…Você já percebeu que uma nova doença aparece e a humanidade encontra a cura somente para descobrir outra doença acontecendo? Você não acha interessante você não chegar ao fim dessas doenças? A razão pela qual você não percebeu isso ainda é porque você ainda não chegou ao final de se debater contra as coisas.

[Abraham]

Do seminário em San Diego, CA/USA, em 13/Ago/2005
TRD:LL/SP/SP/BR

100 sucos com poderes medicinais

image003nz1Resultado de pesquisa de vários anos, o livro “100 Sucos com Poderes Medicinais”, do Professor Lelington Lobo Franco, reúne o estudo dos princípios ativos das plantas medicinais, frutas, verduras e hortaliças, combinando-os de várias formas: chás, sucos e vitaminas, de maneira adequada e completa do ponto de vista nutricional, para diversos males. Além de saborear os deliciosos sucos naturais, seu organismo estará mais protegido contra os desgastes físicos e, conseqüentemente, as doenças. Esta obra mostra um novo caminho para todas as pessoas que procuram uma vida mais saudável e ativa, de maneira simples e prática, adaptável ao seu dia-a-dia, por meio de ótimas receitas aqui apresentadas.

http://www.4shared.com/office/GnzFN_Pk/100_sucos_com_poderes_medicina.html

Dicas Sensacionais de Alimentação

No site www.ruimuller.com.br encontras perto de 400 doenças ou sintomas, com suas causas, a origem desses males. Não adiante fazer cirurgias, tomar remédios, chazinhos etc. se não retirar as causas, razão que se tirar um tumor do seio, logo aparece no outro seio; ao fazer uma cirurgia para levantar a bexiga e continuar tomando exagero de líquidos logo ela cairá de novo.

Eliminando as causas, podem usar os métodos, terapeutas, médicos que quiserem ao menos 50% do problema já estão solucionados.

Faça essa pesquisa:

Leia o resto deste post

Pesquisa revela poder da energia liberada pelas mãos

Energia liberada pelas mãos consegue curar malefícios, afirma pesquisa da USP

A missionária Marta Brisa transmite as técnicas de Johrei em Ana Paula Politi
(Foto: Lucas Mamede/Da Gazeta de Ribeirão)

Um estudo desenvolvido recentemente pela USP (Universidade de São Paulo), em conjunto com a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), comprova que a energia liberada pelas mãos tem o poder de curar qualquer tipo de mal estar. O trabalho foi elaborado devido às técnicas manuais já conhecidas na sociedade, caso do Johrei, utilizada pela igreja Messiânica do Brasil e ao mesmo tempo semelhante à de religiões como o espiritismo, que pratica o chamado “passe”.

Todo o processo de desenvolvimento dessa pesquisa nasceu em 2000, como tema de mestrado do pesquisador Ricardo Monezi, na Faculdade de Medicina da USP. Ele teve a iniciativa de investigar quais seriam os possíveis efeitos da prática de imposição das mãos. “Este interesse veio de uma vivência própria, onde o Reiki (técnica) já havia me ajudado, na adolescência, a sair de uma crise de depressão”, afirmou Monezi, que hoje é pesquisador da Unifesp.

Segundo o cientista, durante seu mestrado foram investigado os efeitos da imposição em camundongos, nos quais foi possível observar um notável ganho de potencial das células de defesa contra células que ficam os tumores. “Agora, no meu doutorado que está sendo finalizado na Unifesp, estudamos não apenas os efeitos fisiológicos, mas também os psicológicos”, completou.

A constatação no estudo de que a imposição de mãos libera energia capaz de produzir bem-estar foi possível porque a ciência atual ainda não possui uma precisão exata sobre esse efeitos. “A ciência chama estas energias de ‘energias sutis’, e também considera que o espaço onde elas estão inseridas esteja próximo às frequências eletromagnéticas de baixo nível”, explicou.

As sensações proporcionadas por essas práticas analisadas por Monezi foram a redução da percepção de tensão, do stress e de sintomas relacionados a ansiedade e depressão. “O interessante é que este tipo de imposição oferece a sensação de relaxamento e plenitude. E além de garantir mais energia e disposição.”

Neste estudo do mestrado foram utilizados 60 ratos. Já no doutorado foram avaliados 44 idosos com queixas de stress.
O processo de desenvolvimento para realizar este doutorado foi finalizado no primeiro semestre deste ano. Mas a Unifesp está prestes a iniciar novas investigações a respeito dos efeitos do Reiki e práticas semelhantes a partir de abril do ano que vem. 

fonte: http://www.rac.com.br/projetos-rac/correio-escola/107097/2011/11/25…

O Segredo dos Segredos – Joel Goldsmith

O segredo dos segredos é o seguinte: nunca tente curar matéria como matéria; nunca tente alterar pressão sanguínea, reduzir febre, etc. Praticista não é médico e nada tem a ver com curas do corpo. Pela Graça de Deus, tivemos a revelação de que este é um Universo espiritual, que somos inteiramente espirituais, que temos corpos espirituais perfeitos, e que é nossa função corrigir a crença de que o homem e o universo são materiais ou mortais. Jamais tratamos de uma pessoa ou de um corpo: nosso trabalho é impessoal e lida com a crença do mundo. Por isso é que não olhamos para o corpo tentando verificar se ele está saudável ou melhorando.

Assim que você compreender que há um Princípio que rege seu Universo, jamais voltará a crer na existência de doença, pecado ou guerra. Qualquer quadro diante dos sentidos deve ser entendido como ilusão. Um erro não pode ter forma objetiva. Assim, você não terá de lutar contra o erro, pecado ou discórdia. Bastará que fique sentado quietamente, declarando a Palavra da Verdade, encorajamento e fé, para demonstrar a inexistência da matéria, da doença, da morte. Ver-se-á livre da ansiedade e encontrará a liberdade em Deus. Não volte atrás para ver como estão indo as coisas! Elas estarão indo na direção certa, pouco importando o que você possa estar vendo ou ouvindo.

Somos governados inteiramente por Deus. Pais humanos não fabricam corpo, cérebro ou mente para crianças! E o corpo não é criado por si; não tem ação própria. O poder, chamado Deus, Vida, Mente, Espírito, fez a Criação e a mantém e sustém. A mente do indivíduo, somente, produz efeito sobre o seu corpo. E a mente real do indivíduo é Deus.

Qualquer quadro mortal, presente temporariamente, deve ser desprezado, até Deus lhe revelar o quadro perfeito. Ao aprender a se desviar do sentido material, você estará desenvolvendo sua visão espiritual; e então, a Realidade poderá ser contemplada.

O que surpreende mais na humanidade?: Dalai Lama

O QUE É ÁGUA MAGNETIZADA?

Esta é a água que recebeu das mãos de um magnetizador uma emanação fluídica que lhe confere qualidades especiais. Essas qualidades teriam o efeito de contribuir com a saúde do corpo físico e da mente. A água é considerada um veículo pelo qual as energias curativas podem ser armazenadas e passadas adiante.

Essa água pode ser magnetizada com a ação de passes magnéticos, tanto de encarnados quanto de desencarnados. Segundo o Espiritismo, os encarnados estão quase sempre auxiliados por espíritos desencarnados no armazenamento das energias sutis na água. Quando uma água é magnetizada, diz-se que ela está fluidificada e pronta para ser usada para fins de cura física e mental.

As pesquisas do Dr. Grad sugerem que a magnetização da água pode causar um efeito nas pontes de hidrogênio da água, o que, segundo os espíritas e pesquisadores espiritualistas, podem ser uma indicação científica de sua fluidificação. Quando as pontes da hidrogênio diminuem a sua tensão, isso pode significa que a magnetização foi bem sucedida. Essa seria uma evidência física da fluidificação da água.

A água magnetizada pode ser ingerida ou pode ser colocada diretamente sobre o local enfermiço, como pescoço, ouvido, olhos, etc. Nos centros espíritas, a água magnetizada está sempre presente. É bastante comum que, após as sessões do centro, os participantes peguem um copinho e tomem a água, com o objetivo de se purificarem interiormente.

(Do facebook de Hugo Lapa)

%d blogueiros gostam disto: