Arquivos do Blog

O Livro de Urântia – Realidades da Personalidade

livro_de_urantiaTexto retirado de “O Livro de Urântia” – https://avelf.wordpress.com/2012/12/01/urantia-o-livro-de-urantia/

Contextualizando: Segundo o livro Urântia é o nome do nosso Universo.

V. Realidades da Personalidade

(8.6) 0:5.6 As qualidades da realidade universal estão manifestadas na experiência humana, em Urântia, nos níveis que se seguem:

(8.7) 0:5.7 1. Corpo. O organismo material ou físico do homem. O mecanismo eletroquímico vivo de natureza e origem animal.

(8.8) 0:5.8 2. Mente. O mecanismo de pensar, perceber e sentir do organismo humano. A experiência total, consciente e inconsciente. A inteligência associada à vida emocional, buscando, por meio da adoração e da sabedoria, alcançar o nível acima, do espírito.

(8.9) 0:5.9 3. Espírito. O espírito divino que reside na mente do homem — o Ajustador do Pensamento. Este espírito imortal é pré-pessoal — não é uma personalidade, se bem que esteja destinado a transformar-se em uma parte da personalidade da criatura mortal, quando da sua sobrevivência.

(8.10) 0:5.10 4. Alma. A alma do homem é uma aquisição experiencial. À medida que uma criatura mortal escolhe “cumprir a vontade do Pai dos céus”, assim o espírito que reside no homem torna-se o pai de uma nova realidade na experiência humana. A mente mortal e material é a mãe dessa mesma realidade emergente. A substância dessa nova realidade não é nem material, nem espiritual — é moroncial. Essa é a alma emergente e imortal que está destinada a sobreviver à morte física e iniciar a ascensão ao Paraíso.

(9.1) 0:5.11 Personalidade. A personalidade do homem mortal não é corpo, nem mente, nem espírito; e também não é a alma. A personalidade é a única realidade invariável em meio a uma experiência constantemente mutável da criatura; e ela unifica todos os outros fatores associados da individualidade. A personalidade é o único dom que o Pai Universal confere às energias vivas e associadas de matéria, mente e espírito, e que sobrevive junto com a sobrevivência da alma moroncial.

(9.2) 0:5.12 Morôncia é um termo que designa um vasto nível que se interpola entre o material e o espiritual. Pode designar realidades pessoais ou impessoais, energias vivas ou não viventes. Os elos do tecido moroncial são espirituais, a sua trama é física.

(17.1) 0:12.12 As sucessivas revelações planetárias da verdade divina, invariavelmente, têm abrangido os conceitos mais elevados existentes de valores espirituais, como parte de uma nova e intensificada coordenação do conhecimento no planeta. De acordo com isso, ao fazermos essas apresentações sobre Deus e os Seus coligados do universo, nós selecionamos, como base destes documentos, mais de mil conceitos humanos que representam o mais alto e o mais avançado conhecimento planetário de valores espirituais e significados universais. À medida que esses conceitos humanos, reunidos dentre os dos mortais sabedores de Deus, do passado e do presente, tornarem-se inadequados para retratar a verdade, como fomos instruídos a revelá-la, nós iremos, sem hesitação, suplementá-los, recorrendo, para esse propósito, ao nosso conhecimento superior da realidade e da divindade das Deidades do Paraíso e do universo transcendente em que residem.

(17.2) 0:12.13 Estamos plenamente cientes das dificuldades dessa nossa missão; reconhecemos a impossibilidade que é transcrever plenamente a linguagem dos conceitos da divindade e da eternidade, por meio dos símbolos de uma língua, e com os conceitos finitos da mente mortal. Sabemos, porém, que, na mente humana, reside um fragmento de Deus e que, com a alma humana, permanece o Espírito da Verdade; e sabemos também que todas essas forças espirituais conspiram no sentido de tornar o homem material apto para captar a realidade dos valores espirituais e compreender a filosofia dos significados do universo. E, com certeza ainda maior, sabemos que esses espíritos da Divina Presença são capazes de prestar assistência ao homem, na tarefa de apropriação espiritual de toda a verdade que contribui para a elevação da realidade, em contínuo progresso, da experiência religiosa pessoal — a consciência de Deus.

(17.3) 0:12.14 [Ditado por um Conselheiro Divino de Orvônton, Dirigente do Corpo das Personalidades deste Superuniverso, designado para retratar, em Urântia, a verdade sobre as Deidades do Paraíso e o universo dos universos.]

PSICOTERAPIA TRANSPESSOAL E TERAPIA REGRESSIVA

Viagem interior às memórias, sentimentos, emoções e recursos pessoais, pois toda a perturbação (Depressão, Fobias, Crises de Pânico, Transtorno Obsessivo-Compulsivo, Bulimia, Doenças Psicossomáticas…) constitui um sinal de alerta, mas também um Caminho para a solução, na conexão com a nossa Consciência Alargada e o nosso Curador Interno.

Curiosamente a expressão “crise” deriva da palavra grega krisis, que significa “decisão” e deriva do verbo krino, que quer dizer “eu decido, separo, julgo”.

A intervenção na crise aumenta, assim, a possibilidade de crescimento de novas capacidades de enfrentamento, reforçando a busca de novas opções e perspectivas de vida.

Logo, toda a crise encerra em si mesma um potencial evolutivo.

“A mente do homem, estendida até uma nova ideia, já não regressa às suas dimensões originais.” (Oliver Wendell Holmes)

Lúcia da Costa Soares (Psicóloga Clínica e Psicoterapeuta)

O Segredo dos Segredos – Joel Goldsmith

O segredo dos segredos é o seguinte: nunca tente curar matéria como matéria; nunca tente alterar pressão sanguínea, reduzir febre, etc. Praticista não é médico e nada tem a ver com curas do corpo. Pela Graça de Deus, tivemos a revelação de que este é um Universo espiritual, que somos inteiramente espirituais, que temos corpos espirituais perfeitos, e que é nossa função corrigir a crença de que o homem e o universo são materiais ou mortais. Jamais tratamos de uma pessoa ou de um corpo: nosso trabalho é impessoal e lida com a crença do mundo. Por isso é que não olhamos para o corpo tentando verificar se ele está saudável ou melhorando.

Assim que você compreender que há um Princípio que rege seu Universo, jamais voltará a crer na existência de doença, pecado ou guerra. Qualquer quadro diante dos sentidos deve ser entendido como ilusão. Um erro não pode ter forma objetiva. Assim, você não terá de lutar contra o erro, pecado ou discórdia. Bastará que fique sentado quietamente, declarando a Palavra da Verdade, encorajamento e fé, para demonstrar a inexistência da matéria, da doença, da morte. Ver-se-á livre da ansiedade e encontrará a liberdade em Deus. Não volte atrás para ver como estão indo as coisas! Elas estarão indo na direção certa, pouco importando o que você possa estar vendo ou ouvindo.

Somos governados inteiramente por Deus. Pais humanos não fabricam corpo, cérebro ou mente para crianças! E o corpo não é criado por si; não tem ação própria. O poder, chamado Deus, Vida, Mente, Espírito, fez a Criação e a mantém e sustém. A mente do indivíduo, somente, produz efeito sobre o seu corpo. E a mente real do indivíduo é Deus.

Qualquer quadro mortal, presente temporariamente, deve ser desprezado, até Deus lhe revelar o quadro perfeito. Ao aprender a se desviar do sentido material, você estará desenvolvendo sua visão espiritual; e então, a Realidade poderá ser contemplada.

Orar Pela Cura dos Enfêrmos Funciona Cientificamente?

Hoje se sabe que nossos cérebros controlam a maioria dos mecanismos de cura de enfermidades do nosso corpo. Alguns estudos recentemente revisados por Universidades Americanas demonstraram que as conexões mente-corpo feitas pelo nervo vago o qual liga o cérebro ao abdômen podem ser responsáveis por disparar a ação de cura quando uma pessoa estar orando por outra pessoa.

Nervo Vago Responsável pela Comunicação do Cérebro com o Resto do Corpo

O nervo vago é o maior nervo craniano, que se estende desde o tronco cerebral passando pelo pescoço, tórax e abdômen e dai ligando com todos orgãos do corpo.

Em 17 estudos-pesquisas recentemente revisados pela Arizona State University ficou demonstrado que a prática bíblica de orar pelos enfêrmos com ou sem imposição de mãos, realmente funciona em pessoas com doenças cardíacas, depressão, dores crônicas, ansiedade, câncer, infertilidade e outras enfermidades e condições.

Outra evidência confirmada por estes estudos e pesquisas é que quanto mais a pessoa pratica técnicas de pensar e agir positivamente com a mente-corpo, como as que preconizamos no Atitude-pensamento-positivo-criativo – APPC – mais poderosos acontecem os resultados

Deste modo, quando você orar por alguem pedindo a Deus pela cura desta pessoa, na realidade você possivelmente pode estar liberando um comando divino para o nervo vagus acionar o poder de cura comandado pelo cérebro para atingir todo o corpo da pessoa enferma.

Na realidade o que temos visto na prática de orar pela cura dos enfermos em nossas igreja e lares, hoje está sendo demonstrado inicialmente que é uma verdade não somente de fé, mas, agora possivelmente, também uma realidade cientifica.

Por que não praticar mais constantemente a oração pela cura dos enfermos? Você pode estar ajudando a outra pessoas muito mais do que você pensa e imagina.

Fonte http://mybelojardim.com/

 

HILARION – através de Marlene Swetlishoff – de 27 de Março a 02 de Abril de 2011

Agora, as energias de renovação estão chegando no fluxo das vidas e dos ciclos sobre o seu Planeta, trazendo com elas as energias de um novo começo. Como esse novo começo se traduz em suas vidas pessoais? Isso depende de suas atitudes e percepções e da sua habilidade de se tornarem os Mestres de seus pensamentos e emoções e de suas intenções de criarem um caminho melhor.

Existem ciclos, no interior de ciclos que existem no interior de ciclos, sobre o seu Planeta e no Cosmos, muitos desses ciclos estão agora convergindo para um alinhamento através de um Plano muito avançado para que a Humanidade possa entender no tempo presente. Muito depende dos pensamentos e emoções de cada um de vocês durante os próximos tempos.

Leia o resto deste post

Chega de adiar – acorde

Prepare-se para o dia — o amanhecer bateu à sua porta. Saia desse sono, não se esconda debaixo do cobertor, por mais aconchegante que seja e por mais que sua mente diga: “Fique mais um pouquinho, só mais alguns minutos”.

Não dê atenção à mente, pois esses minutos nunca terminarão, e a mente está sempre adiando. Ela quer que você continue dormindo, porque a mente só pode existir quando você dorme.

Quando você desperta, a mente desaparece, assim como os sonhos desaparecem quando você acorda. A mente é um fenômeno onírico, constituído da mesma matéria dos sonhos. Por isso, chega de adiar — acorde.

Osho, em “Meditações Para o Dia”
Imagem por NASA’s Marshall Space Flight Center

Anatomia Oculta do Homem

O universo está dividido em sete planos e o homem em sete princípios ou aspectos de manifestação. O mundo que percebemos com nossos sentidos constitui o mundo ou plano físico. Existem porém, coisas e seres que nós não vemos e nem sentimos habitualmente porque os órgãos dos sentidos não estão aparelhados para isto.

É preciso notar que esses planos ou mundos não se encontram separados, eles ocupam o mesmo espaço que o nosso plano ou mundo físico. Não percebemos sua existência porque vibramos diferentemente, assim como não estamos aparelhados para sentir vibrações dos raios ultravioleta, dos raios X, das ondas hertzianas, etc.

Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: