Arquivos do Blog

PALESTRA GLÂNDULA PINEAL – Dr. Sérgio Felipe de Oliveira

A NATUREZA QUÂNTICA DA LUZ

Nesta conferência inicia-se a visão sobre a dualidade onda-partícula. O professor Laércio nos apresenta a natureza quântica da luz proposta por Einstein e é de suma importância para todos os espiritualistas compreenderem as bases da Física Quântica.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=2FPLdqZxsZM&feature=share&list=PLfmCkJ1e0FY5Z6-am38NDW8lI_J899r8t]

Existem dois jeitos de morrer – Osho

vazio-morteO que acontece na morte? De repente você está perdendo o seu corpo, está perdendo a sua mente. De repente você sente que está se afastando de si mesmo, de tudo o que você acreditava que era você.

É doloroso porque você sente que está submergindo no vazio. Você não estará mais em lugar nenhum, porque viveu identificado com o corpo e com a mente e nunca conheceu nada além disso; nunca se conheceu além do corpo e da mente.

Você ficou tão fixado na periferia e tão obcecado por ela que o centro ficou totalmente esquecido.

Na morte, você tem de se deparar com o fato de que o corpo está partindo; não é mais possível conservá-lo como antes. A mente está deixando você — agora você não tem mais controle sobre ela. O ego está se dissolvendo; você não pode mais nem dizer “Eu”.

Você treme de medo, na beira do nada. Você não existirá mais.

Mas, se você tiver se preparado, se tiver praticado meditação — e preparação significa que você fez tudo o que podia para aproveitar a morte, para aproveitar esse abismo feito de nada — em vez de ser jogado dentro dele, você se preparou para saltar para dentro —, isso faz uma grande diferença.

Se você está sendo empurrado para dentro, de má vontade — você não quer pular e está sendo obrigado —, então é doloroso, existe muita angústia e a angústia é tão intensa que você ficará inconsciente no momento da morte. Assim você não a aproveita.

Mas, se você estiver pronto para saltar, não há angústia. Se você aceitar a morre e lhe der as boas-vindas, sem nenhuma reclamação — em vez disso, você está feliz e celebrando esse momento que chega, e agora pode saltar para fora do seu corpo, que é uma limitação, pode saltar para fora deste corpo que é um confinamento, pode saltar para fora deste ego que sempre foi um sofrimento —, se você conseguir dar as boas-vindas para a morte, então não há nenhuma necessidade de ficar inconsciente.

Se você conseguir aceitá-la, dar-lhe as boas-vindas — o que os budistas chamam de tathata, aceitá-la e não somente isso… Porque a palavra, aceitar, não é muito boa, lá no fundo ela esconde uma não-aceitação — não, se você der as boas-vindas à morte, como se ela fosse uma celebração, um êxtase, como se fosse uma bênção, você não precisa ficar inconsciente.

Se ela é uma bênção, você ficará perfeitamente consciente nesse momento. Lembre-se destas duas coisas: se rejeitá-la, se disser não, você ficará totalmente inconsciente: se aceitá-la, acolhê-la, e disser “Sim” de todo o coração, você ficará perfeitamente consciente.

Dizer “Sim” para a morte deixa você perfeitamente consciente; dizer “Não” para ela deixa você completamente inconsciente — esses são os dois jeitos de morrer.

Osho, em “O Livro do Viver e do Morrer: Celebre a Vida e Também a Morte”
Imagem por Symic

Leia mais: http://www.palavrasdeosho.com/2013/07/mergulhando-no-vazio.html#ixzz2ZhRa2eCn

ENTREVISTA: FÍSICO QUÂNTICO AMIT GOSWAMI

O Roda Viva entrevista o físico nuclear indiano Amit Goswami, considerado um importante cientista da atualidade, ele tem instigado os meios acadêmicos com sua busca de uma ponte entre a ciência e a espiritualidade. Ele vive nos EUA, é PhD em física quântica e professor titular da Universidade de Física de Oregon. Há mais de 15 anos está envolvido em estudos que buscam construir o ponto de união entre a física quântica e a espiritualidade. Já foi rotulado de místico pela comunidade científica, e acalmou os críticos através de várias publicações técnicas a respeito de suas idéias. Em seu livro “O Universo Auto-Consciente” ele procura demonstrar que o universo é matematicamente inconsistente, e sem existência de um conjunto superior, no caso Deus. E diz que se esses estudos se desenvolverem, logo no início do terceiro milênio, Deus será objeto da ciência e não mais da religião.

 

Intrusão Consciencial: Heteroassédio X Autoassédio – Wagner Alegretti

Intrusão Consciencial: Heteroassédio X Autoassédio – Wagner Alegretti

Ton Martins entrevista Wagner Alegretti.

Tema: Intrusão Consciencial: Heteroassédio X Autoassédio.

Pesquisador: Wagner Alegretti (Presidente da IAC).

 

Apenas você pode vibrar em sua experiência

experiencia

Como os outros não podem vibrar em sua experiência, eles não têm como afetar o resultado de sua experiência. Eles podem manter as próprias opiniões, mas, a menos que a opinião deles afete sua opinião, a opinião deles não importa. Um milhão de pessoas pode estar se debatendo contra você e isso não afetaria negativamente você, a menos que você se debata de volta. Eles estão afetando o que acontece na própria experiência. Eles estão afetando o próprio ponto de atração – mas isso não afeta você, a menos que você se debata contra eles.

[Abraham]

Do Seminário em Orlando, FL/USA, em 21/Fev/1998
TRD:LL/SP/SP/BR, http://www.espacocriando.com

Espiritualidade e Reencarnação nas músicas

220px-Reincarnation_AS

Reencarnação na Arte hindu

O tema Espiritualidade e Reencarnação é tão antigo quanto a capacidade de pensar do homem. Na wikipédia a segunda está definida da seguinte forma:

Reencarnação é uma ideia central de diversos sistemas filosóficos e religiosos, segundo a qual uma porção do Ser é capaz de subsistir à morte do corpo. Chamada consciência, espírito ou alma, essa porção seria capaz de ligar-se sucessivamente a diversos corpos para a consecução de um fim específico, como o auto-aperfeiçoamento ou a anulação do carma.

Muitas canções famosas retratam o tema da reencarnação e seus mistérios. A seguir algumas delas disponíveis no youtube.

Mantra – Composição: Nando Reis / Arnaldo Antunes   Quando não tiver mais nada Nem chão, nem escada Escudo (títulos ou castas) ou Espada (imposição da hierarquia pela força) O seu coração Acordará!… Quando estiver com tudo Lã, cetim, veludo Espada e escudo Sua consciência Adormecerá!… E acordará no mesmo lugar Do ar até o…

A canção enfatiza o desapego ao materialismo, exalta a importância do mundo espiritual presente nesta existência, e finaliza remetendo a nossa vida a um retorno a verdadeira essência após a desencarnação: “Da morte o seu guia natal…”. Tudo isso ilustrado com o mantra do Hari Krishna (Deus) como plano de fundo da música.

Eu nasci há dez mil anos atráz – Raul Seixas
Retrata a experiencia espiritual, reencarnatória.
Onde já viu de tudo em todos os tempos, e aprendeu a cada instante, todo aprendizado é eterno. É uma constante evolução…
A Nave interior / Zé Ramalho
Retrata a força interior, o EU Superior e imortal
Não é de fora que a nave vem,
É de dentro do peito que a nave sai.
É de dentro da gente que a nau inaudita (equipamento que não tem igual, extraordinário)

Experiência física

Vocês não disseram “vamos para a essa experiência física, pegaremos todas as ideias existentes e as talharemos de modo que todos possamos concordar com elas e viveremos pacificamente”. Ao contrário, vocês disseram “vamos adiante, vamos pegar as ideias existentes e expandi-las para mais. Vamos aumentar os contrastes e os desejos serão maiores, de forma que a Energia terá mais vias para as quais fluir”.

[Abraham]

Do seminário em Philadelphia, PA/USA, em 14/Abr/1998
TRD:LL/SP/SP/BR

Parapsiquismo e Cientificidade – Nanci Trivellato

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=OgCb9KtR5NQ&feature=relmfu]

Parapsiquismo e Cientificidade – Nossa capacidade de controlar nossas energias, equilíbrio das energias e nosso parapsiquismo – Nanci Trivellato (Mestre em Metodologia Científica em Psicologia , Editora do Journal of Conscientiology e Diretora Científica da IAC – International Academy of Consciousness)

Trocas Energéticas Cotidianas – Rita Crajoinas

Trocas Energéticas Cotidianas . Entrevista dada por Rita Crajoinas, consciencióloga.

%d blogueiros gostam disto: