Arquivos do Blog

O Livro de Urântia – Realidades da Personalidade

livro_de_urantiaTexto retirado de “O Livro de Urântia” – https://avelf.wordpress.com/2012/12/01/urantia-o-livro-de-urantia/

Contextualizando: Segundo o livro Urântia é o nome do nosso Universo.

V. Realidades da Personalidade

(8.6) 0:5.6 As qualidades da realidade universal estão manifestadas na experiência humana, em Urântia, nos níveis que se seguem:

(8.7) 0:5.7 1. Corpo. O organismo material ou físico do homem. O mecanismo eletroquímico vivo de natureza e origem animal.

(8.8) 0:5.8 2. Mente. O mecanismo de pensar, perceber e sentir do organismo humano. A experiência total, consciente e inconsciente. A inteligência associada à vida emocional, buscando, por meio da adoração e da sabedoria, alcançar o nível acima, do espírito.

(8.9) 0:5.9 3. Espírito. O espírito divino que reside na mente do homem — o Ajustador do Pensamento. Este espírito imortal é pré-pessoal — não é uma personalidade, se bem que esteja destinado a transformar-se em uma parte da personalidade da criatura mortal, quando da sua sobrevivência.

(8.10) 0:5.10 4. Alma. A alma do homem é uma aquisição experiencial. À medida que uma criatura mortal escolhe “cumprir a vontade do Pai dos céus”, assim o espírito que reside no homem torna-se o pai de uma nova realidade na experiência humana. A mente mortal e material é a mãe dessa mesma realidade emergente. A substância dessa nova realidade não é nem material, nem espiritual — é moroncial. Essa é a alma emergente e imortal que está destinada a sobreviver à morte física e iniciar a ascensão ao Paraíso.

(9.1) 0:5.11 Personalidade. A personalidade do homem mortal não é corpo, nem mente, nem espírito; e também não é a alma. A personalidade é a única realidade invariável em meio a uma experiência constantemente mutável da criatura; e ela unifica todos os outros fatores associados da individualidade. A personalidade é o único dom que o Pai Universal confere às energias vivas e associadas de matéria, mente e espírito, e que sobrevive junto com a sobrevivência da alma moroncial.

(9.2) 0:5.12 Morôncia é um termo que designa um vasto nível que se interpola entre o material e o espiritual. Pode designar realidades pessoais ou impessoais, energias vivas ou não viventes. Os elos do tecido moroncial são espirituais, a sua trama é física.

(17.1) 0:12.12 As sucessivas revelações planetárias da verdade divina, invariavelmente, têm abrangido os conceitos mais elevados existentes de valores espirituais, como parte de uma nova e intensificada coordenação do conhecimento no planeta. De acordo com isso, ao fazermos essas apresentações sobre Deus e os Seus coligados do universo, nós selecionamos, como base destes documentos, mais de mil conceitos humanos que representam o mais alto e o mais avançado conhecimento planetário de valores espirituais e significados universais. À medida que esses conceitos humanos, reunidos dentre os dos mortais sabedores de Deus, do passado e do presente, tornarem-se inadequados para retratar a verdade, como fomos instruídos a revelá-la, nós iremos, sem hesitação, suplementá-los, recorrendo, para esse propósito, ao nosso conhecimento superior da realidade e da divindade das Deidades do Paraíso e do universo transcendente em que residem.

(17.2) 0:12.13 Estamos plenamente cientes das dificuldades dessa nossa missão; reconhecemos a impossibilidade que é transcrever plenamente a linguagem dos conceitos da divindade e da eternidade, por meio dos símbolos de uma língua, e com os conceitos finitos da mente mortal. Sabemos, porém, que, na mente humana, reside um fragmento de Deus e que, com a alma humana, permanece o Espírito da Verdade; e sabemos também que todas essas forças espirituais conspiram no sentido de tornar o homem material apto para captar a realidade dos valores espirituais e compreender a filosofia dos significados do universo. E, com certeza ainda maior, sabemos que esses espíritos da Divina Presença são capazes de prestar assistência ao homem, na tarefa de apropriação espiritual de toda a verdade que contribui para a elevação da realidade, em contínuo progresso, da experiência religiosa pessoal — a consciência de Deus.

(17.3) 0:12.14 [Ditado por um Conselheiro Divino de Orvônton, Dirigente do Corpo das Personalidades deste Superuniverso, designado para retratar, em Urântia, a verdade sobre as Deidades do Paraíso e o universo dos universos.]

Como o sistema endócrino está ativando o corpo de luz

Para assegurar um estado superior de consciência, os hormônios da glândula pineal criam uma sensação de calma felicidade, paz e equilíbrio. O hormônio melatonina recolhe a “luz do olho” para seu Portal Pineal. É essa luz que você vê internamente quando você está meditando, ou em estados de felicidade. A serotonina, o hormônio que faz você se sentir calmo e centrado, também é encontrado na glândula pineal. Metatonina ajuda-o a estar “acordado” em seu estado de sonho, e DMT (dimetiltriptamina), também encontrada na planta ayahuasca, utilizada em viagens xamânicas, lhe permite “ver” outras dimensões e realidades durante o sono e / ou meditação.
Leia o resto deste post

Anatomia Oculta do Homem

O universo está dividido em sete planos e o homem em sete princípios ou aspectos de manifestação. O mundo que percebemos com nossos sentidos constitui o mundo ou plano físico. Existem porém, coisas e seres que nós não vemos e nem sentimos habitualmente porque os órgãos dos sentidos não estão aparelhados para isto.

É preciso notar que esses planos ou mundos não se encontram separados, eles ocupam o mesmo espaço que o nosso plano ou mundo físico. Não percebemos sua existência porque vibramos diferentemente, assim como não estamos aparelhados para sentir vibrações dos raios ultravioleta, dos raios X, das ondas hertzianas, etc.

Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: