Arquivos do Blog

Perguntas à Kryon

livro3Capítulo 2 do Livro 2 de Kryon
A Confusão – Perguntas
Saudações! Eu Sou Kryon do Serviço Magnético
1) Pergunta:
Kryon, reverencio a sua presença e o seu Amor, e reconheço os sentimentos de o ter comigo aqui e agora, como sempre aliás. Dado que você fez com que eu quisesse saber mais sobre a forma como as coisas funcionam, farei várias perguntas multifacetadas… tal como você, no passado, tem dado muitas respostas multifacetadas.
Permita-me começar com um pergunta bem básica:
Outro dia, visitei uma loja metafísica e fiquei perplexo com a aparente aglomeração de sistemas e métodos diferentes, todos eles a olhar para mim desde as prateleiras. Para nomear alguns, havia livros e objectos de pronúncias (e aparência) muito estranhas de yoguis e mestres. Havia livros e métodos de Astrologia, Tarot, renascimento, regressão a vidas passadas, cirurgia espiritual e OVNIS… todos na mesma prateleira! À venda, havia cristais e gemas, com o objectivo de curar. Havia Runas e livros a explicar o seu significado. Havia métodos de cura pelas cores, pelos sons, aroma e toque. Havia livros de padrões e cores que, supostamente, tinham significado. Havia histórias de estrelas, mapas de estrelas, mapas de estrelas fixas, mapas solares, mapas das fases da lua. Havia informações sobre auras, chacras, métodos de meditação e até sexo humano espiritual. Engoli em seco, realmente, quando me deparei com a «secção de canalizações». Parecia haver uma infinidade de entidades a fazer exactamente o que estou a fazer agora, com livros em série. E mais livros sobre os antigos da Terra, e livros dos Índios Americanos, e livros até do espaço!
O que significa tudo isto? Como podemos seguir o nosso caminho dentro desta aparentemente confusa e competitiva informação? Qual é a correcta? Como podemos escolher?
Resposta: Saudações! Estou de volta para falar com todos vós, agora com uma voz ainda mais clara do que antes, devido à experiência adquirida pelo meu colaborador, através da regularidade do meu trabalho com ele.
Nestas repostas, lerão sobre um tema recorrente: a vossa cultura, a vossa «programação» e as afirmações que reflectem o vosso modo de pensar. Em escritos passados falei da religião terrena, de como ela foi temperada e tomou forma para servir à necessidade de controlar os homens. Não há melhor exemplo disso do que o tema da sua pergunta.
Todos vocês foram ensinados, desde o nascimento, a colocar Deus no lugar do vosso poder, a tornarem-se submissos e subservientes. Veneram inclinando-se, deitando-se em temor e ajoelhando-se ante uma imagem de Deus, devido ao desmerecimento que resolveram aprender enquanto Humanos. Continuam a procurar por um Deus único, um único sistema, ou a doutrina única que, para vossa satisfação, explique tudo. Esta doutrina em geral acaba por ser um grupo de regras ou métodos para ganhar o favor de Deus, ou para explicar claramente uma simples relação de causa/efeito, quer para o castigo, quer para o prémio.
Meu caro, quando esteve pela livraria, quem o informou de que deveria ir à estante escolher uma religião?
A livraria não era um lugar de doutrinas em competição, querendo que «escolhesse» uma, ou que abraçasse uma crença. Deixe-me perguntar uma coisa: quando estava na escola, ainda jovem, em que assunto «acreditava»? Qual deles aceitou, deixando os outros de lado? Foi a Ciência, ou História, foram as aulas de Comércio, ou Línguas? Esta é uma pergunta tola (poderá você dizer)… e é mesmo! Você esteve na escola como um ansioso, um jovem Humano apto, pronto para aprender sobre o mundo e o seu funcionamento, sobre o treino para fazer isto e aquilo. Nunca lhe passou pela cabeça escolher um tema, ser subjugado por ele e largar os demais.
E assim acontece, agora, espiritualmente. Deixe-me ser bem claro: a livraria onde esteve é a «loja de ferramentas » dos caminhos físicos universais das coisas. Ali, pode encontrar partes e fragmentos de todo o conhecimento que os Humanos acumularam acerca de como as coisas funcionam, para que um capacitado «fragmento de Deus» possa caminhar neste planeta. Vocês são os capacitados, aqueles de quem estou ao serviço. Não há entidades maiores do que as que estão em aprendizagem! Acredite! Todos os demais estão aqui para servir e facilitar a vossa estadia. Este conhecimento não está disponível para vocês, está escondido na vossa ilusão da realidade. Mas, no entanto, é a verdade.
A duplicidade do plano da Terra é vossa área de descobertas.
As prateleiras recheadas são as vossas enciclopédias de conhecimento. Todas as coisas que referiu têm propriedade… todas elas! Sim, há cura nas pedras, nas cores, nos sons, e nos padrões. Como informei antes, o poder real será daqueles que, finalmente, juntarem tudo! Por enquanto, mesmo separados, todos esses sistemas são válidos. Seres Humanos estão a ser curados com eles? A resposta é SIM. Há propriedade na Astrologia, que é o estudo do alinhamento magnético da programação impressa no nascimento. Há um valor real na aprendizagem dos métodos do Tarot e das Runas. Eles são os termómetros do seu crescimento actual e, de facto, impulsionam para um nível mais alto, quando são usados e interpretados correctamente. Há muito para aprender, se assim desejar, sobre o equilíbrio físico do seu corpo; daí o estudo das auras e dos chacras e até do sexo espiritual Humano. O sexo não vos foi dado como um simples caminho biológico de procriação; também significa uma ponte espiritual entre o macho e a fêmea e, simultaneamente, o provedor das funções
biológicas necessárias.
Nunca lhe ocorreu que os livros dos antigos, dos yoguis e xamãs, são cápsulas de tempo de vocês mesmos para vocês mesmos? Talvez esta ideia lhe dê uma nova perspectiva da história. Qual foi o papel que você desempenhou nela? Um desses seres, presente em livro na prateleira dos «antigos», acaso não poderia ter sido você?
Com certeza achará tudo isto intrigante… uma sensação que eu não posso experimentar enquanto Kryon!
Mas tudo é exclusivamente seu, e está a ser revelado na sua verdade. Enterradas nas suas expressões passadas, estão pistas excelentes das razões que o levam, hoje, a ser o que é… tal como a personalidade de hoje afectará a próxima encarnação. São os mecanismos complexos, mas admiráveis, das suas lições cármicas, algo sobre o qual deveria aumentar o seu conhecimento, porque lhe servirá de imediato.
Sobre a variedade de autores: dado que a verdade é a verdade, encontrará princípios coerentes a cada passo, mesmo que as culturas e línguas difiram.
E sobre os livros de canalização? Sei que fará mais perguntas sobre o assunto, mas dir-lhe-ei já que a maioria deles são reais. Alguns, porém, não são. A sua própria intuição lhe dirá a verdade. Os que são reais foram canalizados desde o mais alto nível, por uma vastidão de diferentes entidades ao serviço do ensinamento; épor isso que a informação é tão diversa. Não é necessariamente contrária, apenas diferem as perspectivas.
Voltarei a falar sobre este assunto mais tarde, mas, como já referi antes, as predições canalizadas no passado não são totalmente certas, devido à mudança da Terra nos últimos anos.
Podem ter sido correctas no tempo em que foram escritas, mas não necessariamente agora. Entretanto, algumas delas, com mais de 1000 anos, depois de terem sido invalidadas devido à acção humana, voltaram a ser oportunas recentemente. Isto surpreende-o? Lembre-se que os Humanos têm um tempo linear limitado, e o Universo não. Toda a informação canalizada real é sempre dada em perfeita energia amorosa. Acaso tenho que explicar como o futuro será afectado pelo que estou a dizer neste momento? Sendo uma canalização do espaço… o que acha que isto é?
Também informei sobre os OVNIS, nos últimos escritos. Há alguma dúvida de que eles têm um importante papel na Metafísica? Lembre-se da advertência:
Coisas não compreendidas não são necessariamente malignas, assustadoras ou misteriosas; são, apenas, coisas ainda não compreendidas.
Dê espaço e tolerância a estes temas, tal como todos fariam se, de repente, descobrissem um novo ramo da nova lei da Física (o que, a propósito, farão). Oiçam todos: a próxima vez que forem a estas lojas, façam-no com Amor e tolerância. Depois, notem como se sentem. Que livros folhearam? Acerca do que querem saber mais? Enquanto entidades de origem divina, que estão no planeta em aprendizagem, o que querem saber?
Depois, estudem a matéria apropriada. O vosso discernimento é especialmente apurado na Nova Energia. Não levará muito tempo até que, nas prateleiras destas lojas, os grãos bons sejam separados dos ruins.
ignorancia2) Pergunta:
Você disse, «a duplicidade do plano da Terra é a vossa área de descobertas». O que significa isto? Ouvi outros falarem de «duplicidade». O que é duplicidade?
Resposta: Este é um conceito difícil de entender, porque é propositadamente escamoteado a todos os Humanos em aprendizagem. Nos escritos passados abordei este tema várias vezes, mas, pelos vistos, ainda parece ser um enigma para si. É tempo de pôr de lado a velha maneira de pensar e abraçar as novas verdades básicas.
Por favor, clarifique a mente e entenda o seguinte: todos vocês são poderosas entidades caminhando por este planeta, só que a camuflagem estupidifica qualquer um… até mesmo as entidades poderosas!
Esta é a base da duplicidade: vocês são realmente dois seres. O «Eu Real» é a Entidade elevada, aquela cujo poder e conhecimento todos vocês possuem; já o «eu ilusório» é o «veículo» Humano em aprendizagem.
A ironia é que vocês percebem o «eu ilusório» como real, e o «Eu Real» como uma ilusão. Muitos, nem mesmo percebem o UM real! As maiores descobertas que farão referem-se a esta duplicidade; os maiores sucessos no crescimento serão baseados na compreensão de como funciona a duplicidade, compreendendo, finalmente, os papéis invertidos do «Eu Real» e do «eu ilusório». Embora não possam ver, verdadeiramente, o vosso Eu Superior (por que isso anularia o objectivo da lição básica), podem adquirir o conhecimento funcional e a compreensão da realidade de quem são. Quando isto ocorre, podem então assumir o vosso poder… e não antes. Portanto, a área de descoberta reúne a) o autoconhecimento, b) a verdade da duplicidade dentro de si, e c) como elevar essa duplicidade.
Nunca é demais repetir o seguinte: todos vocês seleccionaram todas as circunstâncias das vossas vidas, bem antes de chegarem aqui. As experiências pelas quais estão a passar neste momento, são parte de um plano que vocês mesmos desencadearam. Por favor, não confundam isto com predestinação… algo que é completamente diferente. A verdadeira predestinação cria os problemas e dita as soluções. Ora, na situação presente, vocês deram a vós mesmos apenas problemas. As soluções acontecem através do  autoconhecimento e da compreensão clara. Vocês recebem um problema, as ferramentas e o poder para o solucionar.
Quando isso acontece, o resultado acarreta um aumento da vibração do planeta.

Os trabalhadores de sistemas

KRYON
Livro 1
Os Tempos Finais
Canalização de Lee Carroll
1991/1992

[L1:C2:02] – Você é um trabalhador de sistemas?

Já falei acerca de alguns dos vossos implantes humanos, de nascimento.

A maior parte deles são, realmente, programações que estão convosco desde a última ou últimas encarnações. Neles se incluem o carma, as condicionantes astrológicas, as lições de vida (relacionadas com o carma), os modelos do campo magnético (as cores áuricas da vida), o carma estelar e muitas mais coisas, ainda que estas sejam as mais fortes. Cada corpo humano também tem equilíbrios de polaridade, que são característicos das lições individuais que ainda lhe falta aprender.

Muitos de vós trabalham com estes sistemas(Astrologia, Cromoterapia, Chacraterapia, etc) e tornaram-se muito eficientes no seu uso. Ao longo dos anos foi transmitida informação, que só podia proceder do meu lado do véu, para ser usada através dessas técnicas metafísicas. Um bom exemplo disso é a Astrologia.

Já lhes ofereci uma visão fugaz de como o campo Magnético da Terra está a afectar a vossa força de vida e espiritualidade, tal como informei que a gravidade é uma parte da equação (sendo por isso que a situação da vossa Lua afecta as emoções).

Por um momento, considere o efeito que os outros corpos celestes que vos rodeiam, exercem sobre a gravidade da Terra. O vosso sistema solar em particular (e a vossa galáxia em geral), realmente «expressam » o sistema magnético da Terra e, em consequência, a vossa espiritualidade. Tudo está relacionado, pelo que o estudo da Astrologia consiste em saber como é que estes, e outros, corpos celestes atuam para o afetar pessoalmente. Este é, somente, um exemplo de programação. Você nasce numa energia espiritual específica, criada pelo alinhamento dos campos magnéticos que o rodeiam, os quais, a partir de então, têm um efeito previsível sobre si.

Isto seria muito parecido com o caso de uma árvore que tivesse nascido e crescido numa zona tropical da Terra. Ao viajar, será mais feliz no mesmo tipo de ambiente em que cresceu, ainda que, praticamente, pudesse viver em qualquer outro lugar. Então, poderá ser previsto que, perante elementos quentes e húmidos, a planta irá sentir-se muito feliz; em caso de frio e seca, será menos produtiva.

Isto é uma informação simples, na qual se predizem aspectos do comportamento de um ser vivo, mediante a posse do conhecimento acerca das condições de germinação. Raras vezes, porém, se aplica à posição dos planetas em relação aos Humanos, exceto por alguém que compreenda que as coisas acontecem assim.

Neste caso, tal pessoa será um «trabalhador de sistemas» em Astrologia.

25 de julho – O dia fora do tempo

A necessidade do homem em organizar sua vida em relação ao tempo fez com que fossem criados os calendários. A partir da observação do movimento regular do sol e da lua, foi possível aos povos antigos determinar as épocas para o plantio e a colheita, as chuvas, a seca,  e assim determinar as possibilidades das atividades do homem.

O povo Maya criou mais de 20 calendários para medir e organizar o tempo, harmonizando os ciclos da natureza, do universo e do homem. Para eles, o que deve ser observado no tempo não é a sua medição e sim as suas qualidades. Cada dia tinha um tipo de energia que se relacionava com a vida, com os homenss.

Para os Mayas, o tempo é uma repetição constante de ciclos, com saltos de evolução no final de cada ciclo. O tempo é evolução.

O Calendário Lunar dividia o tempo em 13 luas, portanto o  ano tinha 13 meses de 28 dias = 364, e mais um dia adicional que corresponde ao dia 365, chamado de DIA FORA DO TEMPO.

Observa-se na pirâmide de Kukulkán em Chichen, Itzá exatamente em sua arquitetura, esse “salto evolutivo”: 4 escadas de 91 degraus cada uma = 364. Acrescentando a plataforma da pirâmide que une todos os 4 lados com as escadas, se faz um total de 365: 364+ o DIA FORA DO TEMPO = 365, o dia da evolução.

Os Mayas determinaram como início do ano solar um evento cósmico que é a ascensão da estrela Sirius em alinhamento com o sol. Esse evento ocorre no dia 26 de Julho (no calendário gregoriano) de cada ano. Então, o ano de 13 luas ou 13 meses começa exatamente nessa data, dia 26 de Julho de cada ano e termina do dia 24 de Julho.

O dia 25 de Julho, portanto, não pertence nem a um e nem ao outro ano, é um dia livre, em que se concentra toda a energia para o ano que vai começar.

Nesse dia, os Mayas se preparavam para um novo ciclo. Era um dia para dar menos importância aos assuntos cotidianos, e especialmente bom para meditar, perdoar, para cancelar dívidas, elevar o estado de consciência, para ser bondoso, estar em contato com a natureza, sentir-se livre e dedicar-se às artes.
Desde 1992 esse dia tem sido comemorado como o festival da paz através da cultura. É um dia de limpeza, reflexão e preparação para receber, no dia seguinte a energia do novo ano. Um dia para nos unirmos em pensamento e desejo, assumindo o ano que se aproxima.

Fonte:http://aparecidaliberato.terra.com.br/materia.php?id=27

Previsões para 2012 – Sem Censura

O Sem Censura reúne as previsões para 2012. (30/12/2011)
Para falar sobre o assunto, o programa recebe as astrólogas Monica Horta e Marcia Mattos.
O numerólogo Gilson Chveid Oen apresenta os mantras para o novo ano.
Os búzios revelam as previsões de 2012 com o babalorixá Paulo de Oxalá.
A consultora de Feng Shui, Liana Oliver, dá dicas de arrumação da casa para o próximo ano.
O programa conta, também, com a participação dos músicos Mauro Senise e Gilson Peranzetta para um papo sobre o CD “100 anos de Noel”.

Um espetáculo no ceu

Por: Felipe Wierzynski de Oliveira
Autoriazada cópia e distribuição desde que citada a fonte

Introdução:
Desde o anúncio da descoberta, em Dezembro de 2010, do Cometa C/2010 X1(Elenin), muitos o têm traduzido como a evidência da chegada do já bastante especulado Planeta X, também conhecido entre religiões e culturas como Nibiru, Hercólobus, Planeta Chupão, entre outros nomes, devido às suas características peculiares.
Cometas são muito comuns no sistema solar, alguns muito conhecidos, como cometa Halley em 1986 e Hale-Boop em 1995. A passagem desses corpos celestes em nosso céu, na maioria das vezes, é despercebida pela maioria da população, exceto aos estudiosos e amantes da astronomia. Entretanto, a probabilidade de uma colisão ou interação celestial não é tão baixa como a maioria imagina e tal pensamento é convenientemente perpetrado pelas autoridades do ramo. Seu principal objetivo é manter a calma e a ordem estabelecida na sociedade e salvar recursos para a perpetuação da elite dominante no caso de um evento de maior magnitude. Porém, toda a população deveria estar ciente de seus riscos para poder preparar-se a respeito.

Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: