ÁUDIOMEDITAÇÃO: CONSPIRAÇÃO AQUARIANA

O termo “conspiração aquariana” surgiu em 1980, com o livro da jornalista e pesquisadora, Marilyn Ferguson (1938-2008), no qual a autora retratou o início de uma mudança de comportamento que ela observara na sociedade norte-americana e mundial.

Em todos os ambientes foram identificadas pessoas que se enquadravam na condição de conspiradoras, agindo em cooperação mútua, como se fizessem parte de uma rede que atuava de maneira uniforme, com todas elas inspiradas num ideal comum, mas sem que disso tivessem a menor consciência.

Essas pessoas pareciam reconhecer-se por meio de sinais sutis, de estratégias comuns e de uma identidade de propósitos, que sugeriam fazer parte de um movimento secreto. Diante dessas evidências, a autora não teve mais dúvidas, e passou a acreditar na existência de um movimento transformador muito intenso e profundo, que não poderia ser mais bem definido do que uma “conspiração”.

Conspirar quer dizer “respirar junto”, numa ligação íntima, harmônica e introspectiva, quase imperceptível. Era dessa forma que ela enxergava a conexão existente entre essas pessoas, que não pareciam estar ligadas a nenhum movimento, mas que se comportavam como se obedecessem a uma estratégia comum, como se seguissem uma voz silenciosa, mística e imperceptível.

Na época em que o livro foi escrito, aguardavam-se as anunciadas mudanças que seriam trazidas pela Nova Era de Aquarius. Daí a escolha da palavra “aquariana”, para melhor definir o modelo de conspiração que estaria em curso. E esses conspiradores se encontram infiltrados em todas as classes sociais, políticas e econômicas. Eles se fazem presentes nos meios científicos, entre os servidores públicos, nos grupos de legisladores e juristas, e como artistas, taxistas, médicos, educadores, jornalistas e formadores de opinião.

As estratégias adotadas pelos conspiradores são insólitas, e surpreendem por não estarem subordinadas a instituições políticas, religiosas ou escolas de pensamentos. Os conspiradores aquarianos possuem uma nova mentalidade, que sintetiza o que de melhor se pode extrair da vanguarda científica, das religiões existentes e dos mais expressivos pensadores.

O texto é apócrifo, mas está disseminado na internet, em sites, blogs e redes sociais. Narração de Sérgio Mello a seguir.

Anúncios

Publicado em 09/12/2011, em Espiritualidade. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: