A Flor da Vida

Este símbolo é conhecido desde a mais remota antiguidade e chama-se “A Flor da Vida”.
Na verdade, segundo foi revelado a Drunvalo, o símbolo da Flor da Vida é bem conhecido em todo o universo, menos aqui! (risos…).

Cada molécula de vida, cada célula em nosso corpo conhece esse padrão. Ele é o padrão da criação e da vida, em todo lugar.

Na verdade, segundo Drunvalo, não há nenhum conhecimento, absolutamente nenhum conhecimento no Universo que não esteja contido neste padrão da Flor da Vida.

Diz-se que grandes mestres concordaram em mais uma vez revelar esta antiga sabedoria, conhecida por Flor da Vida. Ela é um código secreto usado por muitas raças avançadas e por navegantes espaciais.

O código da Flor da Vida contém toda a sabedoria similar ao código genético contido em nosso DNA. Esse código genético vai além das formas comuns de ensinamento e se encontra por trás de toda a estrutura da própria realidade.

Todos os harmônicos da luz, do som e da música se encontram nessa estrutura geométrica, que existe como um padrão holográfico, definindo a forma tanto dos átomos como das galáxias.

Drunvalo inicialmente recebeu a informação de que o símbolo da Flor da Vida se encontrava inscrito nos tetos do Templo de Osíris, em Abidos, no Egito.
Sabemos hoje que o símbolo da Flor da Vida também foi encontrado em Massada (Israel), no Monte Sinai, no Japão, China, India e Espanha.

É um símbolo muito antigo, encontrado nos Vedas e também na civilização celta. Os celtas o utilizaram muito como elemento decorativo, presente nos frisos e demais obras de arte.

O círculo simboliza o universo imanente, Símbolos como o que encontra-se no centro são chamados de triquetras, que em latin quer dizer 3 “esquinas”. Alguns referem-se a este símbolo como sendo um símbolo de Jesus; o peixe formado por duas linhas curvas também era um símbolo dos cristão. A triquetra é formada por 3 destes “peixes”…

Outro aspecto interessante é que a triquetra é um símbolo unicursal ou seja, traçado continuamente, representado assim a eternidade.

Os Vedas falam de três mundos: o mundo material, o espiritual e o átmico. Na principal oração (mantra) das doutrinas védicas são cantados no início do “Gayatri” significando respectivamente os três mundos ( BHUR BHUVAH SVAHAH ).

A filosofia Celta referencia 3 Níveis distintos, mas interconectados e interpenetrados: o Físico, o Mental e o Espiritual.

Quando o Cristianismo “chegou aos Celtas” este símbolo foi utilizado para simbolizar a Trindade Cristã: Pai, Filho e Espírito Santo.

Crop Circle com o Símbolo da Vida:

Referências e Fontes:
http://www.flordavida.com.br/HTML/flor_da_vida.html
http://members.fortunecity.com/entremundos1/florvida.htm

Anúncios

Sobre André Möller

http://www.andremoller.com.br

Publicado em 08/28/2011, em Ciência, Diversos, Espiritualidade. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: