O DRAMA DO ECLIPSE CONTINUA – Uma mensagem de Jennifer Hoffman – 27 de Junho de 2011.

A semana passada foi difícil para vocês. Estavam no ponto onde não poderiam mais suportá-la? Vocês não estão sozinhos: todos nos sentimos assim. Esta semana fecha o ciclo dos eclipses de Junho, finalmente. Não é um convite para ser feliz por ter acabado e voltarmos aos nossos velhos hábitos, no entanto. É o momento de integrarmos o aprendizado e seguirmos um caminho diferente.
Mais um eclipse no ciclo deste mês e estaremos fora de perigo, por enquanto. Este tem sido um mês de energia desequilibrada, com muitos altos e baixos, atrasos, velhas questões que pensávamos que estivessem mortas e enterradas, chegando para a revisão final, ou o Universo nos dando toques não muito suaves sobre o nosso caminho de vida, os nossos relacionamentos, como usamos a nossa energia, a nossa intenção, a nossa auto-estima, ou as muitas coisas que podemos ter adiado por meses ou anos, que estão agora nos lembrando de que não há nenhum tempo como o presente para lidar com elas.

Durante o jantar na casa de uma amiga neste final de semana, a cadeira em que a minha amiga estava sentada, subitamente quebrou e se despedaçou no chão, com ela nela. Ela estava bem e nós rimos, mas era o seu lembrete de que os velhos móveis na casa dela, não mais a estavam apoiando. Após alguma discussão, nós fizemos uma reorganização de alguns móveis e mudamos toda a energia em sua sala de estar. Curiosamente, cada uma de suas peças antigas do mobiliário, desmoronou, enquanto era mudada. Era o momento da “velha energia” partir e ela entendeu a mensagem.

Quando pedimos que seja mostrada a nossa mestria, que estejamos poderosamente dentro de nossa divindade, de termos a vida que sabemos que podemos ter, de integrarmos os nossos eus multidimensionais, estamos também aceitando a responsabilidade por este poder e estamos indicando a nossa disponibilidade de passarmos por uma troca de energia. Esta troca é um processo de duas partes: deixarmos ir algo para criarmos a abertura para recebermos o seu aspecto mais elevado. Para mudarmos para relacionamentos mais satisfatórios, todas as nossas crenças e emoções sobre os nossos velhos relacionamentos devem ser liberadas. Para termos segurança financeira, devemos liberar todas as crenças limitantes sobre a abundância e a auto-estima. A liberação é o primeiro passo, permitindo que a nova energia seja o segundo. Um não pode acontecer sem o outro.

A última semana foi uma lição difícil para muitos, porque ela revelou as muitas maneiras que limitamos o nosso próprio caminho de vida. Queremos ter vidas de mestres, mas agimos e pensamos como vítimas. Queremos ser poderosos, mas agimos e pensamos como se não tivéssemos controle sobre o nosso próprio destino. Queremos alegria e amor e pensamos que estas coisas devem vir de outra pessoa. Enquanto nos aproximamos do final deste ciclo de eclipses, teremos mais algumas oportunidades de convidarmos esta energia de mudança para a nossa realidade. O que escolhermos, revelará as nossas verdadeiras crenças, como agirmos, determinará o que pensamos ser possível e o que estivermos dispostos a liberar é a luz verde do Universo que precisa saber que estamos comprometidos conosco e com os nossos sonhos. Assim, quando dissermos “EU SOU um mestre”, realmente estaremos querendo dizer isto.

Direitos Autorais 2011 – Jennifer Hoffman – www.urielheals.com

Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Anúncios

Sobre André Möller

http://www.andremoller.com.br

Publicado em 07/01/2011, em Espiritualidade. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: