Projeto Inteligente — Bíblico ou Humanista?

Resumo da Notícia: “O que é o “Projeto Inteligente”?, Access Research Network.

“A teoria do projeto — também chamada de projeto, ou argumento do projeto — é a visão que a natureza mostra sinais tangíveis de ter sido projetada por uma inteligência pré-existente. Essa teoria já existe, de uma forma ou de outra, desde os tempos dos antigos gregos. A versão mais famosa do argumento do projeto pode ser encontrada na obra do teólogo William Paley, que em 1802 propôs sua “tese do relojoeiro”… Da mesma forma que as peças de um relógio estão todas perfeitamente adaptadas para o propósito de marcar as horas, as partes de um olho estão todas perfeitamente adaptadas para o propósito de possibilitar a visão. Em cada caso, discernimos as marcas de um projetista inteligente.”

“Além disso, Paley e outros ‘teólogos naturais’ tentaram inferir a partir dos fatos da natureza a existência de um Deus sábio e benevolente. Todas essas coisas tornaram o projeto um alvo fácil para Charles Darwin quando ele propôs sua Teoria da Evolução. Enquanto Paley via um mundo lindamente equilibrado atestando a existência de um Deus gentil e justo, Darwin apontou para as imperfeições e brutalidades na natureza… Após o triunfo da teoria de Darwin, a teoria do projeto foi quase totalmente banida da biologia. Entretanto, desde os anos 1980, avanços na biologia convenceram uma nova geração de eruditos que a teoria de Darwin era inadequada para explicar a complexidade da vida. Esses eruditos — químicos, biólogos, matemáticos e filósofos da ciência — começaram a reconsiderar a teoria do projeto. Eles formularam uma nova visão de projeto que evita as armadilhas das versões anteriores. Chamada de Projeto Inteligente… essa nova abordagem é mais modesta que suas predecessoras. Em vez de tentar inferir a existência ou o caráter de Deus a partir do mundo natural, ela simplesmente afirma “que as causas inteligentes são necessárias para explicar as complexas e ricas estruturas de informações da biologia e que essas causas são empiricamente detectáveis.”

Link adicional: http://www.espada.eti.br/p249.asp

Anúncios

Publicado em 03/29/2011, em Ciência, Espiritualidade. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: